Pesquisar

Jogo de câmbio, ótima opção para fazer amigos

Categoria: Lazer
on 27 Dezembro 2014

A rede de vôlei está armada, mas a gurizada ainda não acordou. Que tal reunir a turma maior de 60 para uma partida de câmbio? 

Mas o que é “câmbio”? 

O câmbio é um jogo de voleibol adaptado, que faz uso da quadra e da bola de vôlei. Muito jogado na região sul do Brasil, onde foi adaptado por um grupo de professores da UFRGS, UNISINOS, UNILASSALLE, UFSM, UFP, ULBRA e FEEVALE em conjunto com o SESC e prefeituras do RS. Na região há torneios e competições regulares. Mas o objetivo do jogo não são só as competições, mas sim, promover qualidade de vida por meio do esporte, valorizar a convivência, a troca de experiências e a construção de novas amizades entre os participantes e, consequentemente, a ampliação das relações sociais, possibilitando com isso que o adulto permaneça ativo e atuante na sociedade.

Mas como jogar?

Vamos ver algumas regras básicas, mas você pode fazer combinações prévias com todos os participantes antes de iniciarem os jogos. Lembrem-se: o importante é se divertir. 

Número de participantes: Equipes com 12 jogadores, sendo 9 titulares e 3 reservas.

Tempo: 2 tempos de 15 minutos.

Material: Quadra de voleibol, bola de voleibol e rede em altura de 2,24 m para equipes femininas e 2,43 m para equipes masculinas.

Formação: Cada equipe ocupará meia quadra. Os nove jogadores de cada equipe dispostos na meia quadra, de frente para a rede, ocuparão os espaços demarcados nas seguintes posições:

Posição 1 – lado direito ao fundo da quadra

Posição 2 – no meio ao fundo da quadra.

Posição 3 - lado esquerdo ao fundo da quadra.

Posição 4 – lado esquerdo da quadra atrás da linha de 3 metros.

Posição 5 – lado esquerdo da quadra, próximo à rede.

Posição 6 – centro de rede.

Posição 7 - lado direito da quadra, próximo à rede.

Posição 8 – centro de quadra.

Posição 9 – lado direito da quadra, atrás da linha dos 3 metros. 

Posições 10, 11 e 12 - Os três jogadores, reservas de uma equipe, ficarão em fila no fundo da meia quadra da sua equipe, no lado de fora, em ordem sequencial, para entrar em campo por ocasião do rodízio.

Rodízio: O rodízio se dará toda a vez em que o jogador da posição 8 arremessar a bola para a meia quadra oposta e gritar CÂMBIO.

No rodízio todos os jogadores da equipe trocam de lugar observando a ordem numérica sequencial das posições, saindo de campo o jogador da posição 9 e entrando o jogador da posição 10 que ocupará a posição 1.

Desenvolvimento: Após o sorteio da posse de bola, o início do jogo se dará com o saque pelo jogador da posição 8 que lançará a bola por cima da rede dando a ordem de CÂMBIO.

Dada a ordem de câmbio, todos os jogadores dessa equipe executam o rodízio, independente de pontuar ou não.

O saque será executado com bola arremessada, sempre por cima da rede, devendo ser respeitada a linha dos três metros, não podendo o jogador saltar, queimar ou ultrapassar. Ao saltar o jogador deve manter o contato de um dos pés no chão.

A recepção da bola será com bola presa, podendo ser executados no mínimo um e no máximo três passes, sendo o último, obrigatoriamente, o de arremesso pelo jogador da posição 8 para o lado adversário, que dará a ordem de CÂMBIO. Em síntese, no máximo três jogadores da mesma equipe tocarão na bola durante a jogada.

Na tentativa de domínio de bola, o mesmo jogador poderá tocar na bola várias vezes, porém, será considerado somente um toque.

Não será permitido receber, dominar ou passar a bola com os pés.

Reversão da bola: Somente quando a bola não ultrapassar a rede ou for arremessada para fora da meia quadra oposta na situação de saque.  

Pontuação: Será executada em “Tie Breack”, somando ao final do tempo o maior número de pontos obtidos. 

Será considerado ponto para a equipe adversária quando:

  • um jogador deixar a bola cair no chão;
  • o rodízio não for executado corretamente;
  • o número de passes for incorreto;
  • não for respeitada a posição de arremesso 
  • a bola arremessada não ultrapassar a rede ou sair das linhas de demarcação da quadra;
  • quando o jogador da posição 8 saltar, queimar ou ultrapassar a linha dos três metros.

O jogo reinicia com a posse de bola pela equipe que conquistou o ponto.